O que é uma plataforma de comércio eletrônico?

Uma plataforma de comércio eletrônico é uma solução de software que ajuda as empresas a construir e administrar suas lojas online. Isso pode incluir tudo, desde hospedagem até processamento de pagamentos, design de sites e muito mais. Em outras palavras, é tudo que você precisa para administrar sua loja em um só lugar. Exemplos de plataformas de comércio eletrônico incluem Shopify, WooCommerce, Wix e Squarespace.

As melhores plataformas de comércio eletrônico oferecerão uma ampla variedade de recursos e integrações para você escolher, facilitando a construção da loja exata que você precisa. Eles também serão fáceis de usar, para que você possa colocar sua loja em funcionamento rapidamente e sem dores de cabeça.


Como escolher a melhor plataforma de comércio eletrônico

Com tantas opções de plataformas de comércio eletrônico, é vital prestar atenção em quais recursos são mais importantes para o seu negócio. Afinal, o que funciona para um vendedor pode não funcionar para todos os vendedores. Por exemplo, você pode vender apenas sete coisas diferentes, o que significa que não precisa de um software que suporte um grande estoque.

Aqui estão os principais fatores a serem considerados ao escolher uma plataforma de comércio eletrônico:

  • Preços: A acessibilidade é vital para muitas pequenas empresas que estão nos estágios iniciais de criação de sua loja online. Ao considerar qual plataforma de comércio eletrônico é ideal para você, observe não apenas o preço mensal, mas também as taxas de processamento. Muitas vezes, uma plataforma de e-commerce oferece mensalidades baixas, mas com altas taxas de processamento, por isso vale a pena considerar o seu volume de vendas na hora de determinar qual é o melhor valor para você.
  • Facilidade de uso: As melhores plataformas de comércio eletrônico facilitam o design da web e o gerenciamento de lojas online. Idealmente, a plataforma oferecerá uma interface de edição de site amigável, juntamente com integrações intuitivas.
  • Recursos e inclusões: cada plataforma de comércio eletrônico vem com um conjunto de recursos semelhante, mas diferente. Ao determinar o que é certo para você, considere quais recursos são mais importantes para usar. Por exemplo, considere se eles oferecem um nome de domínio gratuito, uma certificação SSL gratuita, ferramentas integradas de marketing por e-mail ou integrações de envio direto.
  • Capacidades: Como você sabe, nem todas as plataformas de comércio eletrônico são criadas iguais – especialmente quando se trata de recursos e capacidades. É crucial considerar quais são suas necessidades exclusivas de comércio eletrônico e confirmar se a plataforma de comércio eletrônico oferece esse recurso antes de adquirir um plano. Por exemplo, embora quase todas as plataformas permitam aos utilizadores vender bens físicos, nem todas permitem que os utilizadores vendam bens digitais ou descarregáveis, vendam assinaturas ou vendam cursos online.
  • Design e personalização: as melhores plataformas de comércio eletrônico tornam mais fácil para usuários sem qualquer experiência em web design ou conhecimento de codificação construir e gerenciar um site de comércio eletrônico abrangente. Considere a disponibilidade de temas e modelos pré-construídos, recursos integrados e a capacidade de personalizar um tema ou modelo.
  • Suporte ao cliente: Quando necessário, um suporte de qualidade faz a diferença, por isso é importante encontrar uma plataforma que o ofereça através do meio de contato de sua preferência.

Recursos essenciais de comércio eletrônico

Não importa o tipo de plataforma de comércio eletrônico que você escolher, existem certos recursos que todas as empresas precisam para ter sucesso online. Esses incluem:

  • Processamento de pagamentos: A capacidade de aceitar pagamentos online é obviamente essencial para qualquer negócio de comércio eletrônico. Todas as plataformas oferecem algum tipo de processamento de pagamento, mas certifique-se de verificar quais tipos de pagamento elas aceitam. Você pode precisar de seu próprio processador de pagamentos ou conta de comerciante.
  • Frete: O frete é outro aspecto vital do comércio eletrônico. Certifique-se de que a plataforma escolhida oferece integrações de remessa adequadas ao seu negócio. Por exemplo, se você vende itens grandes que exigem frete, você precisará de uma plataforma que possa ser integrada com transportadoras.
  • Gerenciamento de estoque: manter o controle de seu estoque é importante para garantir que você nunca venda demais ou fique sem estoque. A maioria das plataformas de comércio eletrônico oferece algum tipo de gerenciamento de estoque, mas o nível de detalhe e recursos variam de plataforma para plataforma.
  • Gestão de clientes: Uma boa plataforma de comércio eletrônico também oferecerá algum tipo de gestão de clientes. Isso pode incluir coisas como contas de clientes, listas de desejos, histórico de pedidos e fidelidade. Isso é importante para proporcionar uma boa experiência ao cliente e acompanhar os pedidos de seus clientes.
  • Analytics: Analytics é vital para entender seu negócio e ver onde você pode melhorar. Certifique-se de que a plataforma escolhida oferece análises detalhadas para que você possa acompanhar itens como taxa de conversão, valor médio do pedido, valor da vida útil do cliente e muito mais.
  • Marketing: O marketing é uma ótima maneira de direcionar tráfego e vendas para sua loja. Certifique-se de que a plataforma escolhida oferece recursos de marketing, como cupons, e-mails de carrinho abandonado e integrações de mídia social.
  • Gerenciamento de produtos: gerenciar seus produtos é importante para garantir a precisão e manter tudo organizado. Certifique-se de que a plataforma escolhida oferece recursos como variantes de produtos, gerenciamento de estoque, análises de produtos e muito mais.
  • Otimização para celular: a otimização para celular é importante para garantir que sua loja tenha uma boa aparência e funcione corretamente em dispositivos móveis. Certifique-se de que a plataforma escolhida seja responsiva e compatível com dispositivos móveis.
  • Segurança: A segurança é importante para proteger os dados de seus clientes e garantir que sua loja esteja protegida contra fraudes. Certifique-se de que a plataforma escolhida oferece recursos como certificados SSL, proteção por senha e conformidade com PCI.

Tipos de plataformas de comércio eletrônico

As plataformas de comércio eletrônico se enquadram em duas categorias diferentes: baseadas na nuvem e auto-hospedadas. Ao auto-hospedar seu site de comércio eletrônico, você é responsável por manter seu próprio servidor. Isso pode ser um incômodo, mas também oferece mais controle sobre coisas como segurança, tempo de atividade e escalabilidade.

As plataformas de comércio eletrônico baseadas em nuvem, por outro lado, são hospedadas pelo fornecedor da plataforma. Isso significa que você não precisa se preocupar com coisas como manutenção do servidor, mas também tem menos controle sobre o seu site.

Plataformas de comércio eletrônico auto-hospedadas

PRÓSCONTRAS
Você tem mais controle sobre seu site.
Você é responsável por manter seu próprio servidor.
Você pode dimensionar seu site com mais facilidade.
Você tem que pagar pela hospedagem e por um nome de domínio.
Você pode escolher seu próprio provedor de hospedagem.
Você precisa ser mais experiente em tecnologia.

Plataformas de comércio eletrônico baseadas em nuvem

PRÓSCONTRAS
Você não precisa se preocupar com a manutenção do servidor.
Você tem menos controle sobre seu site.
Você obtém mais recursos e suporte do fornecedor da plataforma.
Você não pode dimensionar seu site tão facilmente.
Você não precisa ser tão experiente em tecnologia.
Você tem que pagar pela plataforma e por um nome de domínio.

Limitações e Desafios

As plataformas de comércio eletrônico apresentam algumas limitações e desafios. Aqui estão algumas coisas para manter na mente:

  • Custo: As plataformas de comércio eletrônico podem ser caras, especialmente se você precisar de muitos recursos. Pesquise os recursos de que você precisa e compare o custo da plataforma para garantir que ela seja adequada para o seu negócio. Algumas plataformas anunciam planos gratuitos, mas geralmente têm recursos limitados ou taxas de processamento mais altas.
  • Complexidade: As plataformas de comércio eletrônico podem ser complexas de configurar e usar. Escolha uma plataforma que seja amigável e fácil de navegar. Procure coisas como suporte ao cliente 24 horas por dia, 7 dias por semana, documentação clara e uma interface amigável. Você não quer uma plataforma tão complexa que não possa ser usada, ou uma com uma equipe de suporte disponível apenas das 9h às 17h.
  • Personalização limitada: Algumas plataformas de comércio eletrônico são muito limitadas em termos de personalização. Se você precisar de muita personalização, certifique-se de que a plataforma escolhida pode atender às suas necessidades. Caso contrário, você acabará gastando muito dinheiro em soluções alternativas e personalizações que poderiam ter sido evitadas com uma plataforma mais flexível.
  • Falta de controle: o nível de controle que você tem sobre seu site varia entre plataformas hospedadas e auto-hospedadas – tudo depende do que você precisa. Se ter autonomia total é fundamental para você, certifique-se de que a escolha da plataforma reflita isso antes de se comprometer com qualquer coisa.

Considerações adicionais

Além dos recursos e limitações das plataformas de comércio eletrônico, existem algumas outras considerações a serem lembradas ao escolher uma plataforma:

  • Tamanho da loja: O tamanho da sua loja ditará o tipo de plataforma que você precisa. Se você está apenas começando, uma plataforma simples com recursos básicos será suficiente. No entanto, se você tiver uma loja grande ou complexa, precisará de uma plataforma com recursos mais poderosos para atender às suas necessidades.
  • Rotatividade de estoque: A frequência da rotatividade de estoque também afetará o tipo de plataforma que você precisa. Se você tem uma alta rotatividade, precisará de uma plataforma que possa lidar com muito tráfego e transações.
  • Métodos de pagamento: certifique-se de que a plataforma escolhida pode acomodar os métodos de pagamento que você deseja usar. Algumas plataformas funcionam apenas com determinados provedores de pagamento, por isso é importante verificar isso antes de se comprometer com uma plataforma.
  • Métodos de envio: Tal como acontece com os métodos de pagamento, os métodos de envio que pretende utilizar também devem ser compatíveis com a plataforma que escolher. Caso contrário, você precisará usar uma solução alternativa ou encontrar uma plataforma diferente. Por exemplo, dropshipping só funciona com determinadas plataformas.
  • Localização: se quiser vender para clientes em vários países, você precisará de uma plataforma que possa acomodar diferentes idiomas e moedas. Certifique-se de que a plataforma escolhida pode atender às suas necessidades de localização.
  • Recursos omnicanal: se você deseja vender por meio de vários canais (por exemplo, pessoalmente, online, móvel, social), certifique-se de que a plataforma escolhida pode oferecer suporte à sua estratégia omnicanal. Nem todas as plataformas oferecem esse recurso, por isso é importante verificar antes de se comprometer.
  • Escalabilidade: A plataforma que você escolher para o seu negócio deve ser aquela que possa crescer com você. Certifique-se de que será capaz de acomodar quaisquer necessidades futuras que você possa ter; caso contrário, você só terá que trocar de plataforma mais tarde. Fazer isso custaria dinheiro e tempo.
  • Integrações: A plataforma que você escolher deve ser capaz de se integrar com outros softwares que você usa, como software de contabilidade e CRM. Caso contrário, você precisará usar soluções alternativas ou encontrar uma plataforma diferente.
  • Design e customização: As opções de design e customização oferecidas por uma plataforma podem variar muito. Se você precisa de muito controle sobre a aparência do seu site, certifique-se de que a plataforma escolhida pode atender às suas necessidades. Plataformas mais flexíveis podem exigir custos iniciais mais elevados, mas pouparão dinheiro a longo prazo, evitando soluções alternativas.

Dica profissional
“Lembre-se que também há um investimento de tempo além do aprendizado dos programas. As pessoas muitas vezes subestimam quanto tempo leva para colocar todos os produtos online, desde imagens apropriadas até descrições, etc. A IA agora ajuda com isso, mas ainda encontro proprietários de empresas que esperam uma abordagem de ‘fast food’ – rápida e pronta. —Teajai Kimsey, profissional de marketing, membro do conselho consultivo

Quanto custa uma plataforma de comércio eletrônico?

O custo de uma plataforma de comércio eletrônico pode variar muito dependendo dos recursos e funcionalidades de que você precisa. Plataformas simples com recursos básicos podem custar apenas US$ 10 por mês, enquanto plataformas mais complexas com recursos avançados podem custar US$ 500 por mês ou mais. Se você tem uma empresa de nível empresarial , provavelmente gastará milhares por mês.

Esses fatores podem influenciar o preço da sua plataforma de comércio eletrônico:

  • Número de produtos: se você tiver um estoque grande, precisará de uma plataforma que possa acomodá-lo. Isso geralmente custará mais do que uma plataforma para um estoque menor.
  • Tamanho da loja: Uma plataforma com recursos mais poderosos é necessária para lojas grandes ou complexas. Isso geralmente custará mais do que uma plataforma para uma loja menor.
  • Métodos de pagamento: se quiser usar vários métodos de pagamento, você precisará de uma plataforma que suporte todos eles. Isso pode custar mais do que uma plataforma que suporta apenas um método de pagamento.
  • Processamento de pagamentos: se quiser usar uma plataforma que processe pagamentos para você, você precisará pagar uma taxa por transação. Geralmente será uma porcentagem do valor total da transação, mais uma taxa fixa.
  • Otimização para mecanismos de busca (SEO): normalmente você precisará pagar uma taxa mensal se quiser usar uma plataforma que otimize sua loja para mecanismos de busca . Alguns incluem recursos de SEO em planos de nível superior, enquanto outros os tornam padrão, mas geralmente cobram um preço base mais alto.
  • Web design: uma plataforma premium geralmente oferece um serviço de web design personalizado. Isso pode custar centenas ou até milhares de dólares, dependendo do tamanho e da complexidade da sua loja.
  • Migração: se você estiver mudando de uma plataforma de comércio eletrônico para outra, algumas plataformas cobram com base na complexidade da mudança. Você geralmente encontrará essas taxas ao mover uma loja de nível empresarial, embora muitas plataformas de pequenas empresas cobrem uma taxa nominal para movê-la para você, se é que oferecem o serviço.